top of page

Hyundai Santa Fe


O Hyundai Santa Fe não é um dos SUVs mais vendidos no mercado brasileiro. Porém, lá fora ele desempenhou e ainda desempenha um papel importante dentro da gama da marca sul-coreana. O Santa Fe foi o primeiro SUV da Hyundai, com estreia anunciada em meados dos anos 2000.

Antes de tudo, vai uma curiosidade: o nome do Hyundai Santa Fe não tem nada a ver com religião ou algo do tipo. A identidade do carro tem como referência a cidade de Santa Fé, no estado de Novo México, nos Estados Unidos. Outro SUV da Hyundai que tem nome de cidade é o Hyundai Veracruz, cujo nome vem de uma cidade mexicana. Hoje o Santa Fe está em sua quarta geração. No Brasil, a marca ainda comercializa a terceira geração do utilitário-esportivo médio em versão única de acabamento, capaz de levar até sete pessoas, com preço de R$ 179.990. Todavia, a Hyundai CAOA (responsável pela importação do modelo) já testa a nova geração do Santa Fe e deverá lançar a novidade em breve por aqui.


Primeira geração do Hyundai Santa Fe em 2000

Embora os SUVs tenham ganhado força na última década no mercado brasileiro, lá fora eles representam boa parte das vendas há um bom tempo. O Hyundai Santa Fe de primeira geração, por exemplo, chegou em 2000 e se posicionou como o primeiro utilitário-esportivo da marca coreana e, ainda assim, conseguiu ser um sucesso em vendas. Logo em seu primeiro ano cheio de vendas, o primeiro Santa Fe foi considerado um fenômeno em vendas. Na realidade, ele foi tão desejado que muitas vezes a Hyundai não conseguiu atender a demanda e entregar os exemplares com pontualidade. Não bastasse isso, o Hyundai Santa Fe contribuiu para alavancar a imagem e a posição da Hyundai no mercado – naquela época, as coreanas não eram tão bem-conceituadas como hoje. Como estratégia, a marca ofereceu o SUV com um preço mais baixo para tentar impulsionar as vendas do carro. E funcionou! Outra forma encontrada pelo fabricante foi oferecer um programa de garantia atraente. O Santa Fe tinha uma garantia de, pasmem, 10 anos ou 100 mil quilômetros rodados, o que acontecesse primeiro. Devido a isso, o Hyundai Santa Fe teve todo esse sucesso e a Hyundai seguiu evoluindo após o lançamento do SUV.


A primeira versão do Santa Fe foi construída a partir da plataforma do Sonata. Meio que uma controvérsia perto dos outros SUVs da mesma categoria que eram construídos a partir de chassis como as picapes. Outros veículos utilizando o mesmo conceito chegaram na mesma época, como o Ford Escape, Honda Pilot e Toyota Highlander. Atualmente, o mercado de SUVs médios construídos sob plataforma de um carro de passeio está ainda maior e inclui ainda outros modelos como Ford Edge, Kia Sorento, Chevrolet Traverse, Nissan Murano, entre outros. O Hyundai tinha dimensões generosas para a sua época. Ele mede 4,5 metros de comprimento, 1,82 m de largura e 1,67 m de altura, com entre-eixos de 2,62 m. O porta-malas, porém, tem capacidade para 440 litros. Lá fora, ele foi comercializado nas versões de acabamento GL, GLS e LX, com duas opções de motorização. Os modelos mais básicos saíam equipados com um 2.4 litros de quatro cilindros, capaz de gerar 150 cv de potência, enquanto os mais caros trazia um 2.7 V6 de 180 cv, com câmbio manual de cinco marchas ou automático de quatro velocidades e tração 4×2 ou 4×4. Esse motor V6 era considerado fraco demais para os mais de 1.670 kg do Hyundai. Dois anos depois, a marca anunciou o Santa Fe 2003 com um motor 3.5 V6 mais potente, com até 200 cv, e um novo câmbio automático de cinco marchas.

.

.

Nos conte nos comentários se você gostou dessa novidade e compartilhe conosco suas experiências durante o trajeto com o seu veículo.

Peças e acessórios seminovos com garantia de procedência para todos os veículos da marca Hyundai e Kia, você encontra aqui.


Comments


bottom of page